Atletismo

Esportistas da FMD serão condecorados pela Câmara de Vereadores


Por Arthur | 21 de novembro de 2018
Foto Neu Sartori

Quatro atletas, um técnico e uma equipe da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul foram escolhidos para receber a Comenda do Esporte Rio-sulense. A honraria entregue pela Câmara de Vereadores para os esportistas de destaque no município, será entregue no dia 10 de dezembro.

 

Luis Henrique Schneider, do lançamento do disco e arremesso do peso foi considerado o melhor atleta do ano. O atleta formado nas escolinhas de atletismo da FMD teve temporada acima da média. Foram três recordes catarinenses quebrados, alcançando em três oportunidades a melhor marca da história do atletismo estadual. O melhor resultado da temporada foi a terceira colocação no Troféu Brasil de Atletismo, a maior competição da modalidade em toda América Latina, disputada em Bragança Paulista, lançando para 55.54 metros. Um ouro e uma prata também vieram nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), além de outras medalhas douradas em competições estaduais.

 

Já João Dalandrea, de 16 anos foi escolhido o atleta revelação. O melhor resultado veio com o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro Sub-18 no lançamento do disco disputado no Recife, em Pernambuco. Além disso, também acumulou diversas medalhas em campeonatos catarinenses e competições da Fesporte. João Marcos Misfeld, técnico do atletismo de Rio do Sul, foi escolhido como melhor técnico.

 

Coordenando e acompanhando os atletas nas provas de lançamentos e arremessos, ele conquistou 19 medalhas em competições estaduais, como Campeonato Catarinense e Jogos Escolares, sendo sete de ouro. Em competições nacionais foram seis e nas disputas da Fesporte foram 12 conquistas, sendo 6 nos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), quatro nos Joguinhos Abertos e outras duas nos Jasc.

 

Outro atleta da FMD que receberá a honraria é Armelindo Schlup, da equipe de bolão 23 masculino. Em seu currículo estão nove títulos em campeonatos estaduais, três em campeonatos brasileiros e quatro medalhas de ouro nos Jogos Abertos de Santa Catarina. Acumula 65 braços de ouro em diversas competições, além de ter sido técnico da Seleção Catarinense de Bolão.

 

Bruno Becker da Silva foi escolhido como paratleta do ano. Só em 2018 foram dois recordes mundiais e três americanos quebrados nas classes baixas, além de outros oito recordes nacionais disputando competições como o Circuito Brasil Caixa Loterias de Natação e o Campeonato Brasileiro de Natação. Além disso, conquistou medalhas nos Parajasc e nas disputas do São Paulo 2018 Caixa Loterias Open Swimming – World Para Swimming World Series. Durante a temporada foram 27 medalhas, sendo 23 de ouro, três prata e um bronze.

 

Sendo composta por apenas atletas de Rio do Sul a equipe de ciclismo foi selecionada como melhor equipe da temporada. Além da equipe masculina conquistar a segunda colocação geral nos Jogos Abertos de Santa Catarina (nas provas de Estrada, Marathon, Cross Country, BMX, Downhill e Contra Relógio), quem também fez temporada acima da média foi as mulheres da equipe, que pela primeira vez na história conquistaram o troféu de bronze nos Jasc, no primeiro ano da modalidade. Sob coordenação de Alair Xavier, a equipe é composta por mais de 23 atletas que não se limita apenas a competição no adulto, já que Filipi Losi, Gabriel Metzger e outros nomes fazem parte do time de base que disputa a Olesc e Joguinhos Abertos.

 

Também recebem a premiação o jornalista Daniel dos Santos, como destaque da imprensa desportiva e a Pamplona Alimentos, como incentivadora ao esporte rio-sulense.