Atletismo

Rio do Sul terá atletas participando do Parajasc


Por Arthur | 9 de outubro de 2018
Foto Divulgação

Pelo menos 20 atletas representam Rio do Sul nos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) que começam nesta quarta-feira (10), em Jaraguá do Sul, com cerimônia na Arena Jaraguá. A competição reúne mais de 1.720 de 40 municípios do estado.

 

A capital do Alto Vale terá representantes no atletismo, bocha, natação e tênis de mesa. São 11 troféus em disputa nas modalidades de atletismo, basquete, bocha paralímpica, bocha rafa vollo, ciclismo, futsal, goallball, handebol, natação, tênis de mesa e xadrez contemplando as deficiências física (DF), auditiva (DA), visual (DV) e intelectual.

 

A novidade desta temporada está no retorno da parceria entre a FMD Rio do Sul e a Apae, o que proporcionou mais atletas participarem da competição. Toda logística de transporte, cozinha e parte técnica será cedida pela Fundação, que terá colaboradores atuando em Jaraguá do Sul. Além disso, a Apae também terá profissionais auxiliando nos jogos.

 

“O mesmo comprometimento que tivemos com as outras competições da Fesporte vamos ter o com o Parajasc, com toda nossa equipe empenhada. Temos esta parceria com a Apae do qual agradecemos muito pela atenção e pelo retorno da parceria. Este público merece nosso carinho, porque o esporte é uma excelente ferramenta de inclusão”, destacou o superintendente da FMD, Jeberton Fermino.

 

O diretor técnico da Fundação Municipal de Desportos (FMD), Sérgio Luis Schlemper, salienta que Rio do Sul tem boas perspectivas na competição. “Estamos bem felizes neste ano por levar um grupo expressivo. Claro que temos alguns atletas com muitas chances de medalha como é o Bruno Becker e o atletismo, mesmo assim, nossa ideia é participar e representar bem Rio do Sul”, comentou.

 

As disputas oficias começam apenas no dia 11, já que nesta quarta-feira pela manhã, está reservado para o início da classificação funcional dos atletas, em que uma equipe especializada faz uma análise completa dos participantes definindo o grau de deficiência em que eles se encaixam nas modalidades em que participarão. Essas avaliações funcionais serão feitas tendo como parâmetros as deficiências física (DF),visual (DV), intelectual (DI) e auditiva (DA).