Atletismo

Vinicius Klein conquista medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-18


Por Arthur | 27 de setembro de 2021

O saltador rio-sulense Vinicius Klein de Freitas conquistou a medalha de ouro nas disputas do Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-18. Essa foi a primeira competição internacional que o atleta participou. O evento foi realizado no fim de semana em Ercarnacion, no Paraguai.

 

Além da medalha dourada, o atleta alcançou sua melhor marca na carreira, de 14,67 metros. Com o resultado o atleta ajudou o Brasil a manter a hegemonia na competição conquistando mais um troféu dourado. A equipe somou 410 pontos na classificação geral, 229 no masculino e 181 no feminino. A Colômbia, outra força no continente, ficou em segundo lugar, com 249 pontos, seguida da Argentina, com 229.

 

Em medalhas, o Brasil conquistou 47, sendo 15 de ouro, 19 de prata e 13 de bronze, segundo a organização do evento. A Colômbia também ficou em segundo lugar com 30 (11, 8 e 11) e a Argentina em terceiro, com 19 (7, 7 e 5). Além da conquista Sul-Americana, Vini se destacou no Campeonato Brasileiro da categoria nas provas de salto, garantindo o ouro no salto triplo e o bronze no salto em distância.

 

Para o técnico do atleta, Jeferson Bagatoli, além de dedicar muito nos treinos, especialmente na parte física e técnico, Klein trabalha muito sua parte emocional e isso faz a diferença nas provas.

 

“O Vini é um talento muito promissor, um atleta que treina duro nas pistas, mas foca na recuperação pela noite, que trabalha muito a parte mental. Quando ele chega na pista, com sua determinação e vontade, ele já sabe onde pode chegar, tanto é que estreou em uma competição internacional e não sentiu o peso, garantindo o ouro. É continuar trabalhando assim que ele será um dos grandes atletas de Rio do Sul e do país”, comentou.

 

“É um sentimento único estar aqui representando o Brasil e minha cidade. Estou muito feliz, porque aprendi muitos detalhes novos, muita experiência boa que vou levar para as próximas competições. Vou seguir me dedicando, pois quero disputar o Campeonato Mundial Sub-20 ano que vem na Colômbia e já sei quais marcas preciso alcançar”, falou o atleta.